CHAMADA PARA PROCESSO SELETIVO 2016

O MEJ – Movimento Empresa Júnior das FAMATH, iniciado em 2015, convoca alunos dos cursos de Administração, Ciências Biológicas, Pedagogia e Psicologia das FAMATH para o processo seletivo 2016.
Inscrições: de 22/FEV A 04/MAR/2016 (ficha de inscrição) - entregar no local de inscrição
Local: sala da coordenação de cursos – 2º andar
Reunião com membros interessados: 14 e 15/MAR/2016
Cargos:

cargos empresa junior

Os alunos inscritos passarão por um processo de seleção e receberão treinamento para finalização do plano de negócios.

Presidente do MEJ: Valéria Valente – Curso Ciências Biológicas
Coordenadora: Profa. Valéria Bitencourt

Confederação Brasileira de Empresas Juniores – Brasil Júnior - é a instância que representa as Empresas Juniores Brasileira, impulsionando a vivência empresarial que elas proporcionam e legitimando-as à sociedade”.

SAIBA COMO FUNCIONA

  1. Confederação Brasileira de Empresas Juniores – Vídeo

     Movimento Empresa Júnior – Institucional
    Brasil Júnior

  2. O que é?

     Transcrição da fonte

    Empresa Júnior é uma associação civil, sem fins econômicos, constituída e gerida exclusivamente por alunos de graduação de estabelecimentos de ensino superior, que presta serviços e desenvolve projetos para empresas, entidades e sociedade em geral, nas suas áreas de atuação, sob a orientação de professores e profissionais especializados.

    O objetivo primeiro das empresas juniores é promover a melhor experiência de mercado aos alunos graduandos na instituição à qual ela é vinculada. Por esse objetivo entende-se fomentar o crescimento pessoal e profissional do aluno membro, por meio do oferecimento de serviços de qualidade e a baixo custo ao mercado. Dessa forma, além de atingir seu próprio objetivo, as EJs contribuem para o desenvolvimento do empreendedorismo em sua região. Em alta escala, o Movimento das Empresas Juniores (MEJ) contribui com uma importante parcela no desenvolvimento empresarial e econômico do país.

     

    Referência: SILVA, Paulo Sérgio R. (Org). Empresa Junior na prática. Brasília: Editora Kiron, 2012. Disponível em: http://www.introsmoveis.com.br/empresa_junior_pratica.pdf

     

  3. Por que participar?

    As Empresas Juniores contemplam as necessidades de três clientes principais:

    1 – Os alunos: Que se utilizam da interação entre os membros da empresa e da troca de conhecimento e experiências para se desenvolverem pessoal, profissional e academicamente;

    2 – As empresas: Que se beneficiam com os projetos desenvolvidos pelos alunos, cujas características são a alta qualidade dos trabalhos, garantida pela orientação dos professores, e o baixo investimento, uma vez que as empresas juniores não visam o lucro. Assim, as empresas conseguem bons projetos a um custo muito baixo;

    3 – As Instituições de Ensino: Que são favorecidas pelo retorno em imagem institucional, garantido pela divulgação que as Empresas Juniores necessariamente fazem ao seu nome. As Universidades que investem nas Empresas Juniores têm o retorno de imagem e, também, um retorno no que diz respeito à atração de novas parcerias, alunos e clientes (no caso de prestação de consultorias etc).

    Referência: SILVA, Paulo Sérgio R. (Org). Empresa Junior na prática. Brasília: Editora Kiron, 2012. Disponível em: http://www.introsmoveis.com.br/empresa_junior_pratica.pdf

EVENTOS: PÓS-GRADUAÇÃO; PESQUISA E EXTENSÃO

VEST FAMATH 2017_2