Introdução ao Plantão Psicológico

Dia 25 de agosto de 2018 – SÁBADO

Faça sua inscrição aqui

Explicar a importância do curso para a comunidade acadêmica
O Plantão Psicológico consiste numa prática criada na clínica-escola da USP, aberta à comunidade, evidenciando um caráter comunitário e institucional. Trata-se de uma intervenção contextualizada, que rompe um modelo hegemônico e linear, deixando a cargo de quem busca o serviço a frequência de seu atendimento, que pode ser emergencial, pontual e esporádico.
Nesse sentido, trata-se de uma modalidade de intervenção importante para o futuro psicólogo, pois se reverte em inúmeros benefícios para as comunidades ou instituições atendidas.

  1. Objetivo
    1. Explicitação dos Objetivos do Curso:
      Introduzir o discente de psicologia aos fundamentos e enquadre do Plantão Psicológico.
    2. Objetivos Específicos:
      1. Evidenciar a especificidade dessa prática clínica; distinguir o olhar das abordagens de cunho existencial-fenomenológico;
      2. listar as habilidades necessárias ao plantonista para implementar a intervenção.
  2. Conteúdo programático
    1. . Atualmente, diferentes pesquisadores como Miguel Mahfoud e Heloísa Szymanski situam a prática de Plantão Psicológico num âmbito que articula clínica, educação e comunidade. Sua versatilidade e potência permitem a inserção em ambientes como escolas, centros de saúde, hospitais ou empresas, permitindo uma intervenção clínica ampliada, que procura compreender o contexto no qual se insere, com um olhar transversalizado pelas diversas dimensões do real: subjetiva, cultural, política e econômica.
      O programa do curso vai abranger as especificidades do Plantão, seu enquadre, métodos de implantação e condução, bem como as teorias que o sustentam: as abordagens existenciais e humanistas, de cunho fenomenológico.
  3. Coordenação
    1. Professora Giovana Fagundes Luczinski
    2. Psicóloga, Doutora em Psicologia Social e Mestre em Psicologia Clínica
    3. Descrição de sua experiência acadêmica e profissional:
      1. Tem experiência como psicoterapeuta, orientadora profissional e coordenadora de grupos terapêuticos.
      2. Foi professora no curso de Especialização em Psicologia Clínica Existencial e Gestáltica na FEAD – MG (2009 – 2015).
      3. Psicóloga responsável pelo trabalho de orientação profissional e elaboração de cursos para docentes, através da ONG italiana AVSI, no Rio de Janeiro (2008 – 2012).
      4. Trabalha na perspectiva fenomenológica em interface com os seguintes campos: Psicologia Clínica, Educação, Comunidades, Trabalho, Plantão Psicológico e Psicologia Social.
      5. Professora das Faculdades Integradas Maria Thereza.
      6. Autora de artigos científicos e do livro: Educação para o Trabalho.
  4. Carga horária e investimento
    1. Carga horária 8 hrs.
    2. Investimento em R$90,00. 10% para alunos e ex alunos da Faculdade Maria Thereza.
  5. Período e Periodicidade
    1. Dia 25/08/2018 (sábado) de 08:00h às 17:00 h com intervalo de 1h para almoço.
    2. Turma de até 25 alunos.
  6. Metodologia
    1. Aulas expositivas com exemplos de casos clínicos
  7. Critério de seleção
    1. Alunos de psicologia a partir do terceiro período, que tenham cursado pelo menos uma disciplina em abordagens de cunho existencial-fenomenológico, como ACP, Gestalt ou outras.