Como comunicar más notícias: aprendendo o protocolo Spikes

Dia 11 de agosto de 2018

Faça sua inscrição aqui

A comunicação de más notícias faz parte da rotina de trabalho de diversos profissionais de saúde, entretanto, poucos se sentem preparados pra comunicar uma notícia difícil. Neste curso de extensão será apresentado o Protocolo Spikes – um guia metodológico de 6 passos que auxilia profissionais de saúde na comunicação de notícias difíceis. Este protocolo é mundialmente reconhecido e foi elaborado por um renomado grupo de oncologistas americanos e canadenses ligados à Universidade do Texas – USA, e ao Sunnybrook Regional Cancer Center de Toronto – CA.

  1. Objetivo
    1. Objetivo Geral: Apresentar o Protocolo Spikes como ferramenta prática para comunicação de más notícias no cotidiano dos profissionais de saúde.
    2. Objetivos Específicos:
      1. Discutir sobre os principais desafios da comunicação de notícias difíceis.
      2. Instrumentalizar a comunicação dos profissionais de saúde em situações limite.
  2. Conteúdo programático
    1. Comunicação: aspectos a considerar
    2. Comunicação em saúde: por quê comunicar?
    3. Notícias Difíceis: base conceitual, transmissão e particularidades
    4. Como comunicar más notícias: apresentação do protocolo Spikes a partir de exemplos práticos
  3. Coordenação
    1. Gabrieli Martins é graduada em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense com intercâmbio
      acadêmico em Sociologia na Pontificia Universidad Javeriana – Colômbia.
    2. É Especialista em Oncologia pela Residência Multiprofissional em Oncologia do Instituto Nacional de Câncer – INCA e mestranda em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz – ENSP/FIOCRUZ.
    3. É professora colaboradora do Centro de Estudos de Atenção Psicológica – Praxis e uma das autoras do livro – Diálogos em Saúde Pública e Serviço Social: a experiência do assistente social em oncologia – lançado em 2017 pelo INCA.
    4. Tem experiência na saúde, tendo atuado no Hospital Estadual Azevedo Lima e no Instituto Nacional
      de Câncer nas seguintes áreas: serviço social, oncologia, pediatria e cuidados paliativos.
  4. Público-Alvo
    1. Estudantes da área da saúde e profissionais de saúde de nível médio e superior que buscam aprimorar a
      comunicação de más notícias no cotidiano de trabalho.
  5. Carga horária e investimento
    1. 8 horas.
    2. Investimento em R$ 80,00 – desconto de 10% para alunos e ex-alunos da FAMATH
  6. Período e periodicidade
    11 de agosto de 2018 de 8 h as 17 h, com intervalo de 1 h para almoço.